Escolha o seu idioma

16 de fevereiro de 2020

O poder da mente

Do cantinho da janela olho a imensidão da água.
Vejo um rio que se perde no mar, um mar que desaparece no horizonte e que ambos são engolidos pelo céu.
Fixo o olhar nas cores rosadas e nos salpicos azuis espalhados por todo este cenário.
Com esta visão conduzo a mente para os sítios mais serenos do meu ser.
Assim fico em êxtase e calma por longos e longos minutos.
Mais tarde, hoje, amanha, sempre que necessário, voltarei ao mesmo local, verei as mesmas cores e sentirei a mesma paz.
Mesmo longe, basta-me fechar os olhos e usar a mente.

2 comentários: