Escolha o seu idioma

8 de dezembro de 2019

Na suavidade do amor


A paixão chega indomável e parte sorrateira, deixa desalento e solidão.
O amor chega ligeiro e suave, mas permanece.
Foi amor que ficou em nós, como o cheiro da brisa que passa e permanece suave e doce, levando-nos bem juntos pela vida que traçamos.
A nossa união e o nosso amor irão sempre sobrepor-se à paixão.
É o amor que nos une.
Sempre o amor!

3 de abril de 2019

Sentimentos


Longe está o começo da vida, a juventude e os companheiros perdidos, mas perto continua o amor, os sentimentos e a felicidade.
A vida foi mudando, tudo ao redor foi mudando, mas por dentro tudo permanece igual.
Mesmo que o coração bata mais pausado, o seu calor permanece igual.
O valor da vida é mesmo esse, sentimentos!

12 de março de 2019

Metade de mim


Casar, unir corações, amar para a vida inteira...
Será que quero?
Metade de mim anseia, a outra metade treme de medo.
Tudo na vida tem dois lados.
Procuro o equilíbrio e sei que vou encontrar.

14 de fevereiro de 2019

Um novo amanhã


Deixo mágoas e tristezas, desilusões e desencantos neste mar imenso e frio.
Seguirão o seu rumo até se desvanecerem.
Eu fico e aguardo um novo amanhã.

8 de janeiro de 2019

Quando a paz regressa


Quando a paz regressa, seja da guerra, do fogo, do mar ou de qualquer força para nós indomável, ficamos apáticos.
As lágrimas não existem e as forças perdem-se, mas o sentimento aumenta.
A união e o amor prevalecem e vencem tudo e todos.
O amor, sempre o vitorioso amor!

5 de janeiro de 2019

Amor trancado


Trancamos o nosso amor num destes cadeados.
Com os nossos nomes juntinhos e as nossas mãos unidas a fechamo-lo para todo o sempre.

E sempre é pouco!
Pouco para amar, para viver em perfeita união, para caminhar lado a lado de mãos juntas, para estar em perfeita cumplicidade.
O amor está selado, trancado num símbolo tão simples e de tanto valor.

Amor para sempre!